Justiça bloqueia R$ 137,5 milhões da Mendes Júnior

Devido o envolvimento da empreiteira na Lava Jato, a Justiça bloqueou R$ 137,5 milhões do grupo Mendes Júnior e de pessoas ligadas à empresa

São Paulo – A Justiça determinou o bloqueio de 137,5 milhões de reais do grupo Mendes Júnior e de pessoas ligadas à companhia a pedido do Ministério Público Federal no âmbito da operação Lava Jato, que investiga um esquema bilionário de corrupção na Petrobras, informou o MPF nesta sexta-feira.

Segundo o Ministério Público, o bloqueio diz respeito a parte dos valores desviados da Petrobras em contratos com a diretoria de Abastecimento da estatal.

“O despacho (da Justiça) tem caráter liminar e é de garantia, ou seja, no momento não haverá alienação de bens, destinação imediata dos valores objeto da indisponibilidade e a medida não atingirá o capital de giro das empresas”, informou o MPF.

Em nota, o grupo Mendes Júnior afirmou que “não se pronuncia sobre inquéritos e processos em andamento”.

A Lava Jato investiga um esquema de cartel para vencer licitações de obras da Petrobras com sobrepreço. Em troca, as empresas pagavam propina a funcionários da estatal, operadores que lavavam dinheiro do esquema, políticos e partidos.

Texto atualizado às 20h38