Joesley suplicou para Aécio parar de pedir dinheiro

A afirmação foi feita quando o empresário passou a descrever pagamentos feitos por ele ao senador tucano durante a delação

São Paulo – Em depoimento à Procuradoria-Geral da República no âmbito de sua delação premiada, o empresário Joesley Batista disse que em 2016 chegou a pedir para um preposto do senador Aécio Neves (PSDB-MG) que pelo amor de Deus ele parasse de pedir dinheiro.

“Em 2016, um dia na casa dele ele me pediu 5 milhões e eu não dei. Logo depois começou (sic) as investigações contra mim e eu chamei aquele amigo dele, Flávio, e pedi pro Flávio para pedir a ele para, pelo amor de Deus, parar de me pedir dinheiro”, disse Batista.

Veja também

A afirmação foi feita quando o empresário passou a descrever pagamentos feitos por ele ao senador tucano. Joesley iniciou o tópico “Aécio” descrevendo que conheceu o senador durante a campanha de 2014. “Fomos o maior doador da campanha dele”, disse.

O empresário relatou que já no ano seguinte à eleição, Aécio continuou pedindo dinheiro com a justificativa de que era para arcar com dívidas de campanha.

Veja também

Ele descreveu o repasse de R$ 17 milhões ao senador por meio da compra superfaturada de um prédio em Belo Horizonte, de propriedade de um aliado do senador.

“Precisava de R$ 17 milhões e tinha um imóvel que dava para fazer de conta que valia R$ 17 milhões”, disse. Segundo o empresário foi Aécio quem indicou o imóvel.

Questionado por um procurador se tratava-se de um superfaturamento do imóvel para justificar esse repasse de dinheiro, o empresário disse: “Sem dúvida. Não estávamos atrás de comprar um prédio em Belo Horizonte.”

Veja também
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. reginaldo rodrigues

    kkkkkkkkkk

  2. Não tem como prender Aécio se Joesley continuar solto. Ou se prende todos ou não se prende nenhum. O resto é traquinagem.

  3. Ciro Lauschner

    Como se atreve a querer o dinheiro reservado para Lula? O BNDES só deu 20 bilhões para ele e um atrevido sem poder ainda insiste em pedir dinheiro?

    1. Pedro Kowalski

      E mais ele pode faz parte do bando de ladrões que mandam e não pedem infelizmente graças ao nosso voto eles são o todo poderoso.

  4. Pedro Kowalski

    Enquanto os brasileiros que são assalariados estão passando por serias dificuldades os politicos que eles elegeram com seus votos estão nadando em dinheiro de propinas vamos reverter esta situação nas urnas na próxima eleição.