Janot institui força-tarefa para atuar em Lava Jato no STJ

A força-tarefa criada hoje começa a atuar imediatamente e é formada por cinco subprocuradoresgerais da República

Brasília – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e os integrantes do Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF) acolheram hoje (4) uma proposta da 5ª Câmara de Combate à Corrupção (CCR) do Ministério Público Federal (MPF) para instituir uma força-tarefa que vai atuar nos casos relativos à Operação Lava Jato que estão no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Segundo a Procuradoria-geral da República (PGR), a nova força-tarefa é o terceiro grupo do MPF voltado para a Lava Jato. Hoje, 12 procuradores já atuam na primeira instância da Justiça Federal do Paraná desde abril de 2014.

No início deste ano, uma segunda força-tarefa foi criada para auxiliar o procurador-geral da República nas ações da Lava Jato relacionadas ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Neste grupo atuam membros do MPF e também do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

A força-tarefa criada hoje começa a atuar imediatamente e é formada por cinco subprocuradoresgerais da República.