Interventor aponta queda na criminalidade no Rio de Janeiro

General Braga Netto apontou queda de roubos de rua, cargas, veículos e homicídios entre março e maio, mas homicídios em operações policiais cresceram 22,94%

Rio de Janeiro – Os índices de criminalidade no Rio de Janeiro nos últimos três meses mostram queda, segundo o general Walter Braga Netto, interventor federal na segurança do Estado, embora ainda sem a conclusão do caso de maior repercussão no período, a morte da vereadora Marielle Franco.

Em palestra na associação comercial do Rio nesta quarta-feira, Braga Netto apresentou estatísticas menores de roubos de rua, cargas, veículos e homicídios no período de março a maio. Apenas os homicídios em operações policiais, segundo os dados, cresceram 22,94 por cento no período.

“Havia ostensividade e enfrentamento (por parte dos suspeitos)… mas agora acho que não vão continuar e isso deve diminuir”, disse ele na palestra. “A intervenção dará certo e tenho certeza que será um case de sucesso.”

O governo federal decretou em meados de fevereiro uma inédita intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro devido à crise de violência no Estado.

O crime de maior repercussão no período da intervenção foi oda vereadora Marielle Franco, morta a tiros em março, e que até agora não foi esclarecido.

Familiares e representantes da Anistia Internacional estiveram na sede do MP do Rio para cobrar o esclarecimento do caso e fizeram um protesto na porta do órgão.

“Foi um crime bárbaro que não pode ficar sem resposta”, disse à Reuters o pai de Marielle, Antonio Franco.

O general Braga Netto afirmou que as investigações sobre o crime caminham bem, mas foram atrapalhadas por vazamentos.

“A investigação está indo muito bem, ou melhor, bem, porque tivemos prejuízo na investigação com o vazamento que prejudica o caso, mas não impede de se chegar à solução”, disse.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s