Internos da Fundação Casa mantêm 11 funcionários reféns

A Fundação Casa informou que a Corregedoria-Geral e a superintendência do órgão estão no local para negociar o fim do motim e a liberação dos reféns

Adolescentes infratores que cumprem medida socioeducativa na unidade de Pirituba da Fundação Casa, na zona oeste da capital paulista, fazem uma rebelião desde as 10h30 de hoje (13).

De acordo com a direção da entidade, os jovens mantêm 11 funcionários reféns, dos quais dois estão feridos. A unidade tem capacidade para 83 internos e atualmente abriga 79.

A Fundação Casa informou que a Corregedoria-Geral e a superintendência do órgão estão no local para negociar o fim do motim e a liberação dos reféns. A assessoria de imprensa não soube informar o motivo da rebelião.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a Polícia Militar (PM) cercou a área para evitar fugas.