Infraero na bolsa?; Coreia testa…

Nova empresa da Infraero

A Infraero vai criar uma subsidiária, batizada de Infraero Aeroportos, para administrar 19 terminais lucrativos ou potencialmente rentáveis, informa o jornal Valor. A decisão aconteceu depois de a Infraero perder o controle de seis aeroportos, que representavam 53% de suas receitas, e tiveram a gestão privatizada. No total, a estatal administra mais de 60 aeroportos, e vem acumulando prejuízos. O objetivo é abrir o capital da nova empresa até 2018.

108.700 lojas a menos

O comércio varejista brasileiro fechou 108.700 lojas em 2017, e demitiu 182.000 trabalhadores, revela estudo da Confederação Nacional do Comércio publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo. Os números confirmam que o ano passado foi o pior da história para o setor. Em dois anos, mais de 200.000 pontos de venda foram fechados no Brasil, com a dispara da inflação de alimentos e a queda na renda, os supermercados e hipermercados foram os mais afetados. A previsão é que o número de lojas fique estável em 2017.

Morte no Rio

No Rio, os protestos de mulheres de policiais seguiram pelo fim de semana em 28 dos 100 batalhões do estado, pedindo fim do atraso nos pagamentos de salários e bônus e melhores condições de salários. No domingo, a pouca presença de policiais foi apontada como um dos estopins de confrontos entre torcidas no clássico Botafogo e Flamengo, que deixou um morto. Policiais de Cabo Frio e PMs que trabalhavam na praia foram deslocados para reforçar a segurança. Pelo menos 1.000 torcedores compraram ingressos mas não foram ao jogo.

Toledo deportado?

O ex-presidente do Peru Alejandro Toledo, acusado de receber 20 milhões de dólares em propinas da construtora Odebrecht, disse que não está foragido. Toledo, que tem um mandado de prisão de prisão expedido contra ele, disse que deixou o país legalmente. As suspeitas são de que ele esteja escondido nos Estados Unidos. O presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski, solicitou aos Estados Unidos que estudem a deportação de Toledo. Os americanos pediram mais documentos para deter o ex-presidente. Enquanto isso, Israel afirmou que não aceitaria Toledo – o político reservou passagens para o país.

Paz avança

Ao logo dos últimos dias, 6.300 guerrilheiros das Farc, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, saíram de acampamentos provisórios e começaram a se dirigir para as 26 zonas de segurança criadas pelo governo como parte do processo de paz. Os guerrilheiros carregaram bandeiras brancas, mas ainda estavam armados. O governo continua preocupado com a dissidência de guerrilheiros, que podem reforçar outras guerrilhas e facções criminosas.

A Coreia do Norte testa

A Coreia do Norte disse ter feito testes com sucesso de um novo tipo de míssil balístico no fim de semana, os primeiros desde a chegada de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos. O ministério da defesa sul-coreano chamou o teste de uma provocação para testar a reação de Trump. O míssil teria percorrido 500 quilômetros em direção ao mar do Japão, e caiu no mar. Japão, Estados Unidos e Coreia do Sul marcaram uma reunião de emergência para hoje. No ano passado, a Coreia do Norte realizou dois testes nucleares.

Adele e La La Land em alta

O filme La La Land foi o grande vencedor do Bafta, o mais importante prêmio do cinema britânico, incluindo melhor filme e melhor diretor. As premiações reforçam o favoritismo de La La Land para o Oscar, onde está indicado para 14 categorias. A cantora Adele foi a grande vencedora do Grammy, o maior prêmio da música mundial, levando as três principais categorias: melhor música, melhor gravação, e melhor álbum. Mas, pelo segundo ano seguido, ela teve dificuldades na apresentação durante o evento. Adele errou o tom de uma música em homenagem ao cantor George Michael e pediu para recomeçar. David Bowie, falecido no ano passado, venceu em duas categorias – desde 1984 Bowie não conquistava um Grammy.