Imprensa estrangeira repercute incêndio que matou 10 no CT Flamengo

Ainda não se sabe o que causou o incêndio, que destruiu o Centro de Treinamento e deixou ainda três feridos

São Paulo — O incêndio que atingiu o Centro de Treinamento do Flamengo, no Rio de Janeiro, na madrugada nesta sexta-feira (8), repercutiu na imprensa internacional.

A tragédia deixou, até agora, ao menos dez mortos e três feridos. Todos são jovens que jogavam na base do time carioca e estavam dormindo quando o fogo começou, segundo informou o o tenente-coronel Douglas Henaut. Ainda não se sabe a causa do incêndio.

O jornal britânico The Guardian destacou que o incêndio acontece um dia após a intensa chuva que atingiu o Rio de Janeiro nesta quinta-feira (7) e também deixou mortos. A reportagem cita, ainda, que o Flamengo é um dos principais times brasileiros.

“Flamengo é um dos clubes mais com maior torcida do Brasil e é conhecido ao redor do mundo”, escreve.

O americano New York Times relembrou que algumas das maiores estrelas do futebol mundial já jogaram no time carioca — incluindo Ronaldinho, que também representou o Barcelona e o Milan.

A rede notícias árabe Al-Jazeera destacou que o Centro de Treinamento do Flamengo foi inaugurado apenas dois meses atrás e conta com uma arquitetura moderna.

A rede de notícias britânica BBC News divulgou vídeos e imagens sobre o incêndio e também relembrou os craques do futebol mundial que passaram pelo Flamengo.

“Alguns de seus ex-jogadores mais experientes incluem os vencedores da Copa do Mundo Ronaldinho, Bebeto e Romário”.