Ideli Salvatti continua na Secretaria de Direitos Humanos

Antes de assumir a SDH, Ideli esteve à frente do Ministério da Pesca e Aquicultura, de janeiro a junho de 2011

Brasília – Ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) desde abril deste ano, Ideli Salvatti continua no cargo no próximo governo da presidente Dilma Rousseff.

Antes de assumir a SDH, Ideli esteve à frente do Ministério da Pesca e Aquicultura, de janeiro a junho de 2011, quando foi deslocada para a Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, lá permanecendo por quase três anos, até ser removida para a SDH. Ex-senadora pelo PT de Santa Catarina, ela foi líder do governo no Congresso durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ideli também foi quatro vezes Líder da bancada do PT no Senado, presidiu a Comissão Mista sobre Mudanças Climáticas e integrou as comissões de Constituição e Justiça e de Infra-Estrutura.

Natural de São Paulo e licenciada em Física, Ideli foi professora em Santa Catarina e uma das fundadoras da Central Única dos Trabalhadores no estado. Além de ficar no Senado entre 2003 e 2011, ela cumpriu dois mandatos como deputada estadual e concorreu ao governo de Santa Catarina em 2010, terminando em 3º lugar.