Ibama libera licença de operação no pré-sal em Santos

Para iniciar a produção, a Petrobras ainda depende da licença de instalação

Brasília – O Ibama emitiu a licença prévia para uma das principais atividades de produção e escoamento de petróleo e gás natural previstas para o polo pré-sal na Bacia de Santos, em São Paulo.

O empreendimento prevê a instalação, até 2017, de 13 novos navios-plataforma do tipo FPSO (Floating, Production, Storage and Offloading) nos Blocos BM-S-9, BM-S-11 e na área da cessão onerosa, localizados entre 200 e 300 km de distância da costa.

Para iniciar a produção, a Petrobras ainda depende da licença de instalação, que deve ser emitida nas próximas semanas. Pelo cronograma da empresa, a primeira plataforma, a FPSO Cidade de Ilhabela, que será instalada no Campo de Sapinhoá Norte, tem previsão de entrada em operação ainda neste ano.

O projeto tem um custo total estimado em R$ 120 bilhões. A produção, segundo a Petrobras, vai contribuir para um acréscimo 742 mil barris de petróleo por dia e 31 mil metros cúbicos por dia de gás natural, o que corresponde, respectivamente, a aproximadamente 36% da produção atual de petróleo e 45% da produção atual de gás natural no Brasil.