Haddad ampliará controle de empreendimentos imobiliários

Na atual administração de Gilberto Kassab (PSD), o Aprov foi protagonista de um escândalo de corrupção envolvendo seu então diretor, Hussain Aref Saab

São Paulo – O prefeito eleito por São Paulo, Fernando Haddad (PT), informou nesta sexta-feira que irá transferir o Departamento de Aprovação de Edificações (Aprov) da Secretaria de Habitação para a Secretaria de Controle Urbano com o objetivo de “centralizar e ter mais controle” sobre o processo de liberação de grandes empreendimentos imobiliários na Capital.

Na atual administração de Gilberto Kassab (PSD), o Aprov foi protagonista de um escândalo de corrupção envolvendo seu então diretor, Hussain Aref Saab.

“É uma área prioritária não só pelo que ocorreu (o escândalo de corrupção), mas também para garantir eficiência (na aprovação de empreendimentos)”, afirmou. “Não se pode mais conviver com prazos longos para aprovar um edifício”, justificou Haddad, que participa do Global Cities Initiative, evento que discute a importância das regiões metropolitanas para os negócios.

Segundo Haddad, o convite para o futuro secretário de Controle Urbano já foi feito. Trata-se de um cargo de sua cota pessoal e não será ocupado por um político. “Já fiz o convite, estou esperando a resposta. É um nome técnico”, disse.

Indagado sobre se a alteração da estrutura de aprovação de empreendimentos imobiliários tem o objetivo de tentar evitar novos casos de corrupção, Haddad desconversou. “O objetivo é ter mais transparência. Onde você não tem transparência e agilidade, a qualquer momento pode dar algo errado. Com essa mudança, ganhamos econômica e politicamente”, disse.

Escândalo

O ex-diretor Hussein Aref Saab é acusado de ter adquirido, enquanto comandava o Aprov, mais de 100 imóveis, avaliados em cerca de R$ 50 milhões. Ele é investigado por corrupção e enriquecimento ilícito pelo Ministério Público, pela Polícia Civil e Corregedoria-Geral do Município.