Haddad aguarda decisão da Câmara para decretar feriado

Segundo o prefeito, só depende de aprovação da Câmara para que ele decrete feriado na próxima segunda-feira na cidade de São Paulo

São Paulo – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, informou no início da tarde desta quarta-feira, 18, que pediu à Câmara dos Vereadores, por meio do presidente da Casa, José Américo, que reconsiderasse o projeto de lei que institui feriado na cidade de São Paulo nos dias de jogos do Brasil e de partidas no estádio do Itaquerão, pela Copa do Mundo de Futebol.

Segundo o prefeito, só depende de aprovação da Câmara para que ele decrete feriado na próxima segunda-feira na cidade de São Paulo – quando o Brasil joga contra Camarões, em Brasília, e o Itaquerão recebe jogo da Holanda contra o Chile.

O pedido do prefeito foi motivado pelo caos no trânsito da cidade na tarde desta terça-feira, quando os paulistanos deixaram o trabalho mais cedo para assistir ao jogo em casa.

A cidade de São Paulo superou 300 quilômetros de congestionamento por volta das 15h, segundo dados da CET.

Haddad disse que sua preocupação é que, na próxima segunda-feira, o trânsito possa se intensificar ainda mais por causa do jogo no Itaquerão.

“Liguei hoje de manhã ao presidente da Câmara e ele me retornou assim que conversou com os líderes e me assegurou que há uma boa vontade de todos na apreciação do projeto, que deve ser votado ainda hoje”, justificou ao acrescentar que, no projeto original enviado pela Prefeitura à Câmara, o Executivo teria autonomia para decretar feriado em dias de jogos.