Habilitação de piloto estava em dia, diz empresa

Avião bimotor caiu na região de Boa Viagem, em Recife, matando 14 passageiros e dois tripulantes. Não há sobreviventes

São Paulo – A Noar Linhas Aéreas disse que as habilitações técnicas e os certificados de capacitação física dos pilotos que estavam no avião acidentado nesta manhã no Recife (PE) estavam regulares. O bimotor caiu na região de Boa Viagem, matando 14 passageiros e dois tripulantes.

A aeronave da Noar deixou o Aeroporto Internacional dos Guararapes às 6h51, com destino a Mossoró, no Rio Grande do Norte, e escala em Natal. De acordo com a Aeronáutica, após a decolagem o piloto informou à torre de controle que estava com problemas e que faria um pouso forçado na praia de Boa Viagem. Na tentativa, o avião caiu e pegou fogo.

A lista de passageiros não foi divulgada. A assessoria de imprensa da companhia disse que a prioridade é acionar todos os familiares das vítimas. Segundo a Noar, os parentes dos mortos estão recebendo transporte, hospedagem e acompanhamento de equipe multidisciplinar (psicólogos, médicos, assistentes sociais, etc).

A companhia afirmou que o avião estava em operação há um ano. A Aeronáutica disse que “iniciou as investigações para apurar os possíveis fatores que contribuíram para o acidente”. O laudo ainda não tem prazo para ser concluído.

A Noar também afirma que cancelou seus voos programados para hoje. Os passageiros serão remanejados para outras companhias aéreas.