Gripe faz Dilma cancelar viagem a Belo Horizonte

No final da manhã, na cerimônia de comemoração do Dia Mundial do Meio Ambiente, a presidente Dilma estava com a voz um pouco rouca

Brasília – Acometida por uma gripe, a presidente Dilma Rousseff cancelou a viagem que faria quarta-feira a Belo Horizonte. Ela também decidiu sair nesta terça-feira mais cedo do Palácio do Planalto, pouco antes das 17 horas, logo depois de se reunir com o presidente do Conselho de Administração da Alcoa, Klaus Kleinfeld.

No final da manhã, na cerimônia de comemoração do Dia Mundial do Meio Ambiente, a presidente Dilma estava com a voz um pouco rouca e usou um lenço algumas vezes, demonstrando que estava com coriza. À saída do evento, ao ser chamada pelos jornalistas, disse que não falaria porque estava “resfriada”.

Dilma tinha três agendas na quarta-feira em Belo Horizonte. A previsão é que a viagem seja transferida para a semana que vem. A agenda previa visita às obras de modernização e duplicação da linha férrea entre o Horto Florestal e General Carneiro. Em seguida, iria ao Palácio da Liberdade, para assinatura de um termo de compromisso para elaboração de projeto das obras de reformulação do anel rodoviário de BH e, à tarde, visitaria o Hospital Sofia Feldman.