Governo transferirá venezuelanos para outros estados

Transferência de venezuelanos que estão atualmente em Roraima e estejam em condições de trabalhar deve começar em 15 dias

Brasília – O governo federal deve começar em 15 dias a transferência de venezuelanos que estão atualmente em Roraima e estejam em condições de trabalhar, disse nesta quarta-feira a subchefe de Articulação e Monitoramento da Casa Civil, Natália Marcassa.

O governo começa nos próximos dias um processo de triagem e de vacinação da população venezuelana que entrou no país nas últimas semanas em busca de trabalho. Segundo Natália, depois do período de efeito da vacina, o governo iniciará a transferência das pessoas aptas a trabalhar e dispostas a sair da região.

Até agora, informou Natália, o governo já tem oferta de 350 vagas em São Paulo e 180 no Amazonas.

Segundo o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, cerca de 40 por cento dos imigrantes, pelo que o governo conseguiu registrar até agora, é de homens solteiros em busca de trabalho.

“Ali temos três tipos de pessoas. As que vem buscar comida para família, ou medicamentos ou tratamento de saúde, as pessoas que vieram para ficar ali na região, especialmente famílias indígenas, e aqueles que querem se internalizar para cidades onde possam ter ocupação”, disse o ministro.

As contas do governo de Roraima apontam para a entrada de cerca de 800 venezuelanos por dia no Estado em busca de trabalho e ajuda, e atualmente cerca de 40 mil estão na capital Boa Vista.

O governo inicia nos próximos dias uma triagem mais efetiva para saber a formação e a experiência dos imigrantes e qual a disposição deles de sair da região para outros Estados.

Segundo Padilha, o governo calcula um gasto em Roraima de 70 milhões de reais em alimentos e medicamentos, especialmente,incluindo vacinas que serão aplicadas na população e nos venezuelanos, que estão fugindo de seu país por causa da crise econômica.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Marcelo Cerezer

    sabia que iriam colocar para trabalhar nas fazendas do lula temer, nas usinas de cana de açúcar do burlai amigo do lula , friboi e outras empresas ligadas a mafia que precisam de muita mao de obra escrava ! de gente que trabalha por um prato de comida ! por isso temer corre para aprovar reforma trabalhista e previdencia para usar o trabalhador e descartar igual um saco de lixo ! e emprego para o brasileiro como fica ??? comunistas desgraçados !!

  2. Marcelo Cerezer

    sem contar que recentemente o ministro da agricultura de temer comprou a fazenda itamarati no mato grosso de 100 mil hectares por 350 milhões de reais , so essa fazenda vai precisar de muita mao de obra escrava, ja que nesses lugares a mafia esquerdista coloca índios haitianos venezuelanos etc para trabalhar por um prato de comida ! e o emprego para os brasileiros como fica ???