Governo prorroga permanência de haitianos no país

O benefício foi autorizado para 43.781 imigrantes haitianos que entraram no Brasil pela fronteira com o Acre

O governo federal prorrogou até maio o prazo para permanência de haitianos no País com status migratório provisório.

O benefício foi autorizado para 43.781 imigrantes haitianos que entraram no Brasil pela fronteira com o Acre, desde 2010, e não se enquadram na condição de refugiados.

De acordo com o Ministério do Trabalho, 31.223 cidadãos concluíram seus registros permanentes (71,17%). O motivo do prazo é a dificuldade para obtenção do registro em algumas cidades.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.