Governo libera mais recursos para restauração do Acre

Governo federal autorizou repasse de mais R$ 3.135.270,83 ao estado, para a execução de ações de socorro e assistência à população e aos municípios atingidos

Brasília – As fortes chuvas na Bolívia e no Perú, onde estão localizadas as bacias dos rios que atravessam o estado brasileiro do Acre tem elevado o nível das águas dos rios, alguns chegando a atingir recordes históricos de medição.

Foi o caso do Rio Acre, que corta a capital Rio Branco, quando atingiu 18,4 metros na semana passada, ultrapassando os 17,66 metros registrados em 1997, até então a maior cheia.

Para contornar a situação e minimizar os efeitos nagativos das enchentes, o governo federal autorizou o repasse de R$ 3.135.270,83 ao governo do estado do Acre, conforme portaria publicada hoje (11) no Diário Oficial da União.

A medida tem por finalidade auxiliar os governos locais na execução de ações de socorro e assistência à população e aos municípios que foram atingidos pelas águas vazantes dos rios.

O município de Porto Acre foi autorizado a receber repasses para execução de obras e serviços para contenção de danos. Localizado a 60 quilômetros da capital, o município teve situação de emergência decretada na terça-feira (3).

Para ações na região foram liberados R$ 185.970,50. Também recebe repasses o município acreano de Brasiléia, com R$ 701.069,58.

Na região Centro-Oeste o município de Confresa, no estado de Mato Grosso, também recebe recursos federais no valor de 1.421.620,85 para a reconstrução de danos causados pelas chuvas.