Governo institui comitê de crise para tratar do coronavírus

Grupo formado por ministros e membros da alta cúpula do Executivo, como o presidente do Banco Central, tem objetivo de tomar decisões coordenadas

O governo federal publicou na segunda-feira 16, em edição extra do Diário Oficial da União, um decreto presidencial instituindo o Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19.

O comitê atuará de forma coordenada com o Grupo Executivo Interministerial de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional e Internacional.

O comitê será coordenado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Souza Braga Netto, e terá a participação de 14 ministros, além de membros a alta cúpula do Executivo, como o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e o do Banco do Brasil, Rubem Novaes.

Veja também

O Comitê de Crise tem reunião marcada para as 10 horas desta terça-feira, 17. Segundo a Casa Civil, o comitê vai operacionalizar as atividades e acertar os processos de repasse de informações, além de definir as ações de cada ministério no enfrentamento ao coronavírus.

Pelo decreto de ontem, caberá ao comitê a articulação da ação governamental e o assessoramento ao presidente Bolsonaro sobre os desdobramentos da pandemia.

Nesta terça-feira, o Brasil registrou a primeira morte devido ao coronavírus, no estado de São Paulo. A última atualização do Ministério da Saúde registrou 234 casos confirmados do novo coronavírus no Brasil.