Governo divulga plano para combater violência contra jovens

Segundo dados de estudo, 7.592 jovens com idades entre 12 e 18 anos morreram de forma violenta em 2012

Rio de Janeiro – A ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Ideli Salvatti, anunciou nesta quarta-feira que o governo criará em 2015 um grupo de trabalho interministerial que terá como missão a elaboração de um Plano Nacional de Enfrentamento à Violência Letal de Crianças e Adolescentes.

“É impossível conter esta violência se o Estado não atua como um todo”, declarou Salvatti em entrevista coletiva convocada por ocasião da apresentação do 5º Estudo sobre a Violência na Adolescência, um detalhado relatório sobre o tema elaborado pela Secretaria de Direitos Humanos e a Unicef, entre outros organismos.

Segundo dados deste estudo, 7.592 jovens com idades entre 12 e 18 anos morreram de forma violenta em 2012; número que permite projetar a morte de outros 42.000 adolescentes por este motivo entre 2013 e 2019.

Por esta razão uma das prioridades do governo da presidente Dilma Roussef será fortalecer as ações de promoção e defesa dos direitos dos mais jovens, para assim “prevenir as mortes de adolescentes e acabar com este ciclo de violência”, afirmou Salvatti.

O grupo de trabalho anunciado estará integrado por representantes da Secretaria de Direitos Humanos, a Secretaria Nacional de Juventude e a Secretaria de Políticas de Promoção de Igualdade Racial, e seu principal objetivo será definir estratégias para reduzir a incidência de homicídios entre a população jovem do país.