Governo da Nicarágua expressa apoio a Lula após decisão contrária no STF

Presidente do país, Daniel Ortega, disse que "guardiões dos interesses imperiais e oligárquicos" se pronunciaram contra ex-presidente brasileiro

O governo da Nicarágua expressou nesta quinta-feira seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, depois que o Supremo Tribunal Federal rejeitou o habeas corpus apresentado pela sua defesa para evitar a possibilidade de prisão imediata.

“Os guardiões dos interesses imperiais e oligárquicos se pronunciaram contra você, mas suas decisões atiçam mais o fogo libertador de nossos povos, onde pertences e inspiras, como referência gloriosa destes novos tempos, difíceis, desafiantes, complexos, mas convocantes”, escreveram o presidente Daniel Ortega e sua esposa, a vice-presidente Rosario Murillo, em mensagem enviada a Lula nesta quinta-feira.

Lula pode ser preso a qualquer momento depois que o plenário do STF rejeitou o recurso apresentado por seus advogados para apelar em liberdade da condenação a 12 anos de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Ortega é um aliado de Lula pela afinidade política entre a Frente Sandinista de Libertação Nacional e o PT.