Fundador do PV, deputado Alfredo Sirkis deixa sigla

Um dos principais aliados de Marina Silva, o deputado decidirá seu futuro político depois que a ex-senadora anunciar o que fará diante da recusa do TSE

Rio – Fundador do PV em 1986, o deputado federal Alfredo Sirkis (RJ) deixou o partido na tarde desta sexta-feira, 4, depois de uma tentativa frustrada de se reunir com a direção estadual.

Um dos principais aliados de Marina Silva, o deputado decidirá seu futuro político depois que a ex-senadora anunciar o que fará diante da recusa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em registrar a Rede Sustentabilidade como novo partido.

Sirkis tem convites do PPS e do PSB e hoje conversou com os presidentes nacionais das duas legendas, Roberto Freire e Eduardo Campos.

“Seria cômico se não fosse tão triste. Sou fundador do PV, autor do manifesto do partido, fui presidente do PV por oito anos, candidato a presidente da República. Mas os dirigentes estaduais têm o grau de covardia tão grande que sequer conversaram comigo. Receberam ordem do Penna (José Luiz Penna, presidente nacional do PV). Só me restou mandar um comunicado com a minha desfiliação”, disse Sirkis.

Embora diga que estará ao lado de Marina, se ela optar por se filiar a algum partido para se candidatar à Presidência da República, Sirkis criticou a ex-senadora em texto publicado na manhã desta sexta nas redes sociais. O deputado disse que Marina não aceita opiniões divergentes e valoriza os aliados “incondicionais”. Também protestou pelo fato de a Rede não ter discutido um plano B, já que eram grandes as chances de o TSE vetar a criação da Rede.