Funcionários da CPTM entram em greve na terça-feira

A paralisação se deve ao parcelamento da PPR (Programa de Participação nos Resultados) do ano passado

São Paulo – O Sindicato dos Ferroviários de São Paulo confirmou paralisação das linhas 7-Rubi e 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) a partir de 0h desta terça-feira, 11.

A decisão foi tomada durante uma assembleia nesta segunda, 10, em que participaram cerca de 300 pessoas.

A categoria reivindica o cumprimento de um acordo feito com a CPTM referente ao pagamento do PPR (Programa de Participação nos Resultados) de 2016.

O valor seria pago integralmente no dia 31 de março deste ano, mas, segundo o sindicato, a empresa pagou uma parcela, dizendo que a outra viria em junho.

Em nota, a CPTM informou que o pagamento da segunda parcela (50%) do PPR será efetuado no dia 16 de junho, com valor corrigido pelo índice IPC-Fipe acumulado nos meses de abril e maio deste ano.

A empresa alega “ajustes financeiros” para parcelar o pagamento.

As linhas 8-Diamante, 9-Esmeralda, 11-Coral e 12-Safira concordaram com a proposta da empresa e funcionarão normalmente na terça.

O sindicato de São Paulo informou que vai realizar nesta terça uma nova assembleia para avaliar o movimento e ver se a empresa apresenta uma proposta.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.