Fornecimento de energia afeta cerca de 900 mil no Rio

As causas estão sendo investigadas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS)

A cidade do Rio e outros municípios fluminenses ficaram cerca de duas horas sem energia elétrica, hoje (4) à tarde, devido a um problema na linha de interligação Norte/Sudeste que afetou três regiões do país.

As causas estão sendo investigadas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Devido a uma anormalidade registrada às 14h03 no Sistema Interligado Nacional (SIN), o ONS solicitou o desligamento de 17 subestações da Light, concessionária de energia elétrica de 26 municípios do Rio de Janeiro, que interrompeu o fornecimento de energia para aproximadamente 600 mil clientes.

O fornecimento foi totalmente normalizado até as 16h24.

As localidades com o fornecimento interrompido pela Light foram: região de Bangu, Campo Grande e Guaratiba; Grande Méier; região de Jacarepaguá; região da Pavuna, Inhaúma e Irajá; Penha, Cascadura e Madureira, além de algumas regiões de cidades da Baixada Fluminense, como Mesquita, Belford Roxo, Queimados e Nova Iguaçu.

Na área de atendimento da concessionária Ampla, que opera em 66 municípios, o tempo sem energia elétrica foi menor: 14 municípios foram parcialmente afetados e cerca de 280 mil clientes da distribuidora tiveram o fornecimento interrompido entre as 14h03 e as 14h50. As cidades foram Niterói, São Gonçalo, Magé, Araruama, Cabo Frio, Duque de Caxias, Iguaba, Itaboraí, Maricá, Petrópolis, Resende, Rio das Ostras, Saquarema e Teresópolis.

O comerciante Julio Tomás Bezerra, dono do bar Petisko.com, em Queimados, Baixada Fluminense, disse que a falta de energia não prejudicou o estabelecimento, que estava fechado à tarde, mas sim a ele e a outros clientes que aguardavam atendimento em uma agência bancária.

“Quando cheguei, acabou a luz e colocaram todos para fora. Demorou mais ou menos uma hora. Quando voltou, o sistema estava fora do ar e tive que ir embora. O jeito é resolver o problema amanhã”, lamentou.