Forças Armadas começarão Operação Atlântico III na segunda

Segundo uma nota oficial do Ministério da Defesa, a operação abrangerá a área marítima dentro da Amazônia Azul e parte do território nacional

Brasília – A Marinha, o Exército e a Força Aérea desenvolverão a partir da próxima semana, de 19 a 30 de novembro, a Operação Conjunta Atlântico III, que conta com coordenação do Ministério da Defesa e terá foco nas linhas de comunicação marítima das regiões Sul e Sudeste, assim como na defesa de estruturas estratégicas, como portos, refinarias e usinas hidrelétricas e nucleares.

Segundo uma nota oficial do Ministério da Defesa, a operação abrangerá a área marítima dentro da Amazônia Azul e parte do território nacional, envolvendo cerca de 10 mil militares das três Forças Armadas, que atuarão em atividades de apoio à população e adestramentos nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A Operação Atlântico III utilizará sete navios de guerra, dois submarinos, sete helicópteros, quatro aviões de combate, cinco de patrulha e cinco de transporte, além de 200 veículos do Exército.

A chamada área do pré-sal, incluída dentro da Operação Atlântico III, se estende sobre uma faixa de 800 quilômetros de comprimento por 200 de largura e, de acordo com os dados oficiais, abriga reservas de aproximadamente 80 bilhões de barris de petróleo.

Essa riqueza petrolífera, no entanto, representa enormes desafios tecnológicos, já que o petróleo do pré-sal está situado a 150 quilômetros do litoral e a uma profundidade que varia entre 5 mil e 7 mil metros.