“Foi institucional”, diz Renan sobre reunião com Dilma

"Está tudo em paz, porque nós não estávamos lá como representantes do PMDB", declarou o presidente do Senado

Brasília – O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta terça-feira que não houve conversa sobre as relações tensas entre PMDB e governo e que as discussões no encontro de mais de duas horas com a presidente Dilma Rousseff, no Planalto, na noite desta segunda-feira, 2, foram apenas institucionais.

“Está tudo em paz, porque nós não estávamos lá como representantes do PMDB”, declarou Renan, deixando nas entrelinhas que a situação partidária realmente é complexa.

“Esta foi uma conversa institucional. O que estava em discussão era a necessidade de harmonizarmos cada vez mais as relações entre os poderes da República”, avisou ele, lembrando que estavam lá como presidentes da Câmara, do Senado e do Congresso, presidente da República, e o vice-presidente. “Foi uma conversa muito boa”.

Questionado se conversaram com a presidente sobre os problemas de relação entre PMDB e PT e PMDB e o governo em geral, o senador disse que “não nos competia discutir sobre coordenação política ou MPs porque são competências do Poder Executivo”.