Fifa não tem dúvida sobre escolha de SP para abrir Copa

Nem mesmo as declarações do presidente Joseph Blatter, dizendo que preferia ver o Rio como a sede do jogo inaugural, terá peso na decisão da federação

São Paulo – A Fifa não trabalha com outra alternativa: São Paulo vai abrir a Copa do Mundo de 2014. Nem mesmo as declarações do presidente Joseph Blatter, dizendo que preferia ver o Rio como a sede do jogo inaugural, terá peso na decisão da entidade. No congresso da Fifa, nos dias 20 e 21 de outubro, em Zurique, a capital paulista vai ser finalmente confirmada com o primeiro jogo do Mundial.

“A abertura será em São Paulo, já está definido. Para se ter uma ideia clara, o Rio, mencionado pelo Blatter, nem se candidatou a sede da abertura. O Rio quer e vai receber a final da Copa”, disse uma alta fonte do Comitê Organizador Local (COL), órgão responsável pela condução do Mundial de 2014.

Pesou na decisão da Fifa a infraestrutura, capacidade hoteleira, transporte e aeroportos da cidade. E ainda a agilidade dos governos estadual e municipal na viabilização do Itaquerão. “São Paulo resolveu o problema do estádio em um ano. As outras cidades demoraram até três anos para adequar seus projetos”, comentou um graúdo executivo do COL.

Belo Horizonte e Brasília, outras candidatas a receber a abertura, poderiam concorrer com São Paulo apenas na questão dos estádios, mas perderiam feio nas outras exigências da Fifa. É a mesma situação de Salvador, que também demonstrou interesse na partida inaugural, sem ter, no entanto, qualquer chance de vitória na disputa.

Foi justamente à infraestrutura de São Paulo que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) recorreu no início da semana para transmitir que não se abalou com o fato de Blatter ter revelado sua preferência pelo Rio em relação à abertura. “São Paulo é uma capital mundial, com a maior rede hoteleira e a melhor rede de hospitais”, disse o governador.

O secretário estadual de Planejamento e coordenador do Comitê Paulista, Emanuel Fernandes, também não tem dúvidas de que o Itaquerão vai abrir a Copa de 2014. Por um simples motivo, diz ele: “São Paulo é a cidade mais bem estruturada do Brasil”.

Na sede da Fifa, em Zurique, também só se trabalha com a alternativa de São Paulo. O secretário-geral da entidade, Jérome Valcke, o verdadeiro homem forte da Fifa quando o tema é Copa de 2014, tem enviado vários sinais em direção ao Itaquerão nas últimas semanas. Ele chegou a dizer até que, se necessário, espera pela arena do Corinthians até fevereiro de 2014, sendo que o prazo dado aos outros estádios brasileiros é dezembro de 2013.