Fifa cancela visita que faria ao Brasil na semana que vem

Vinda do grupo de inspeção da Fifa ao país deve ser marcada apenas depois que Dilma e o presidente da entidade, Joseph Blatter, se encontrarem

São Paulo – A Fifa suspendeu hoje a visita que uma delegação faria ao Brasil na semana que vem. O presidente da entidade, Joseph Blatter, escreveu pessoalmente uma carta à presidente Dilma para agendar uma reunião entre os dois e ficou acertado que a visita ocorrerá apenas após o encontro.

As atividades que estavam programadas incluíam visitas aos estádios em Brasília, Recife e Cuiabá. O grupo seria liderado por Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, com as presenças dos ex-jogadores de futebol Bebeto, que é deputado estadual, e Ronaldo Nazário, membro do comitê organizador da Copa 2014.

A renião entre Dilma e Blatter já estava prevista, segundo confirmado ontem pelo Ministério do Esporte. Entretanto, ainda não há data definida para a conversa.

Atualmente o clima entre o governo brasileiro e a entidade que coordena o futebol mundial não é dos melhores. Na última sexta-feira, Valcke fez duras críticas ao modo como o Brasil está se preparando para a Copa. Ele comentou sobre os atrasos nas obras de estádios e aeroportos, e disse que, para ter um impulso nos trabalhos, o país precisaria de um “pontapé na bunda”.

Depois do episódio, o ministro do Esporte, Aldo Rebello, afirmou que o governo brasileiro não aceitará mais Valcke como interlocutor da Fifa.