Fifa ameaça processar Recife por desistir de Fan Fest

Diretor lembrou que a realização é determinada através do contrato que as cidades-sede da Copa do Mundo assinaram com a Fifa

Florianópolis – A Fifa ficou surpresa e se irritou com a decisão de Recife de não realizar a Fan Fest durante a disputa da Copa do Mundo e avisou que pode acionar a prefeitura da cidade pernambucana judicialmente caso a área para festividades e exibição de jogos não seja realmente aberta.

O diretor de marketing da Fifa, Thierry Weil, lembrou nesta quinta-feira que a realização da Fan Fest é determinada através do contrato que as cidades-sede da Copa do Mundo assinaram com a Fifa. Assim, caso Recife não cumpra o acordo poderá ser processada, ameaçou o dirigente.

“Se você tem um contrato estabelecido com um parceiro e ele não responde, uma ação legal pode ser tomada contra ele. Mas vamos esperar para ver o que acontece”, disse Weil. “A gente espera ter todas das cidades, mas, se precisar, acionaremos nossos advogados conta uma cidade que não fizer”, completou.

Na semana passada, a prefeitura do Recife anunciou que não vai bancar a realização na cidade da Fan Fest, evento que acontece nas sedes da competição com shows e transmissão dos jogos em telões. Assim, a capital pernambucana deve ficar sem a festividade, que virou uma das marcas do Mundial.

Weil destacou que outras cidades, sem revelar quais foram, que não são sedes da Copa do Mundo procuraram a Fifa com o desejo de realizar uma Fan Fest após as autoridades declararem que não vão bancar a área para festividades e exibição dos jogos da Copa do Mundo em telões.

O dirigente ressaltou que a Fifa aceita negociar com as sedes para minimizar custos com a realização de adequações nas Fan Fests. “Nós podemos negociar, cortar algumas atrações e mudar a localização”, exemplificou Weil, que está em Florianópolis, onde é realizado o Congresso Técnico da Fifa.