Lula permitiu que se chegasse a esse desvario, diz FHC

"A segunda metade do governo Lula e o governo Dilma têm a ver mais com o governo Geisel do que com o meu", disse

São Paulo – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva permitiu “que se chegasse a esse desvario em que nós estamos”, em referência às investigações atuais de escândalos de corrupção.

Segundo o tucano, os petistas foram “engolfados” pelos setores mais atrasados da sociedade ao chegar ao poder.

Em entrevista no programa Roda Viva, da TV Cultura, FHC afirmou que PT e PSDB têm pontos em comum, ambos tinham pretensão de ter um projeto para o país, mas o PSDB tinha mais apreço à democracia do que o PT.

O tucano lembrou que o PT veio de uma corrente cristã popular, de uma corrente sindicalista e de uma corrente revolucionária arrependida e, segundo ele, guardou um resquício de que o partido é a vanguarda do povo.

Na opinião de FHC, essa visão levou à tentativa do PT de manter-se hegemônico no poder.

Processo histórico

Questionado sobre o fato de que, até recentemente, enfrentava uma baixa popularidade, pelo que foi chamado pelo PT de “herança maldita”, FHC afirmou que enfrentou o período com tranquilidade porque tem “uma certa noção do processo histórico.”

Perguntando, então, se, no processo histórico, os governos petistas não seriam vistos como uma continuidade do seu, FHC negou. “A segunda metade do governo Lula e o governo Dilma têm a ver mais com o governo Geisel do que com o meu”, disse. “Eles mudaram o rumo. O que sobra do tripé que nós falávamos?”