FHC descarta apoio a Bolsonaro, uma “folha seca que vai com o vento”

"O Bolsonaro não tem jeito. É uma folha seca que vai com o vento. E a ventania está forte", disse para o blog de Bernardo Mello Franco no Globo

São Paulo – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) declarou que ainda não definiu se apoiará Fernando Haddad (PT) no segundo turno, mas já descartou um possível apoio a Jair Bolsonaro (PSL).

“Nenhum dos dois é do meu agrado, mas o Bolsonaro está excluído. Não tem sentido”, afirmou ao blog de Bernardo Mello Franco no jornal O Globo.

“O Bolsonaro não tem jeito. É uma folha seca que vai com o vento. E a ventania está forte”, acrescentou.

Ele descartou que o Brasil corra o risco de se tornar uma Venezuela com o PT no poder e disse que ainda não foi procurado para apoio: “o pessoal do partido é bastante nariz pra cima”.

Hoje mais cedo, FHC havia desmentido em sua conta oficial no Twitter as informações de que já teria dado seu apoio:

Em entrevista à TV Bandeirantes em 1999, quando Bolsonaro tinha 44 anos e já estava em seu terceiro mandato como parlamentar, ele afirmou que seria impossível realizar mudanças no Brasil por meio do voto:

“Você só vai mudar, infelizmente, quando nós partirmos para uma guerra civil aqui dentro. E fazendo um trabalho que o regime militar não fez. Matando 30 mil, e começando por FHC”.