Fernandinho Beira-Mar terá hoje novo julgamento

O traficante que chefia a facção criminosa denominada Comando Vermelho estará sentado no banco dos réus

Rio de Janeiro – Em julgamento a que será submetido hoje (13), no Fórum do Rio de Janeiro, o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, terá aparato de segurança envolvendo 200 agentes das polícias Federal e Militar e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

O julgamento está previsto para começar às 13h, no 1º Tribunal do Júri. O traficante que chefia a facção criminosa denominada Comando Vermelho estará sentado no banco dos réus.

Ele responderá pela acusação de homicídio qualificado em razão das mortes dos seguintes integrantes da facção criminosa Amigos dos Amigos (ADA): Ernaldo Pinto Medeiros, o Uê; Marcelo Lucas da Silva, o Café; Wanderley Soares, o Orelha; e Carlos Alberto da Costa, o Robertinho do Adeus. As mortes ocorreram em 2002.

Em 11 de setembro, Beira-Mar liderou uma guerra de facções dentro do presídio. Dez testemunhas foram arroladas pelo Ministério Público e pela defesa para falar sobre esse levante, inclusive o traficante Celso Luís Rodrigues, o Celsinho da Vila Vintém.

O esquema de segurança que está sendo montado para o julgamento do traficante envolve também os serviços de inteligência das federal e militar: integrantes desses serviços estão monitorando pontos estratégicos da cidade, principalmente nas imediações do Fórum, localizado no Centro do Rio.

O traficante Fernandinho Beira-Mar atualmente cumpre pena no presídio de segurança máxima de Catanduvas, no Paraná, por vários crimes, que vão desde o tráfico de drogas a assassinatos.

Segundo informações da polícia, o traficante chegará no final da manhã em avião da Polícia Federal para o novo julgamento e, do aeroporto, seguirá de helicóptero para o Fórum da cidade.