47 cidades em emergência têm adiantamento do Bolsa Família

Ao todo, mais de R$ 14,2 milhões serão transferidos para municípios que estão em situação de emergência

Mais de 92,6 mil famílias de 47 municípios que se encontram em situação de emergência podem sacar o Bolsa Família desde a última quinta-feira (17), sem precisar esperar o dia certo no calendário de pagamento. Ao todo serão transferidos mais de R$ 14,2 milhões nessas cidades.

Com a medida, tomada devido à situação de emergência por que passam as localidades, os beneficiários fazem o saque já no primeiro dia do pagamento, independente do último algarismo do Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão.

Em 46 municípios, a quebra do escalonamento do pagamento já valia desde o mês passado. Em Paraíba do Sul (RJ), a vigência é para este mês e abril.

Se a pessoa tiver algum problema com o cartão de saque por conta das chuvas, ela pode retirar o valor disponível. Nesse caso, o responsável pela família deve ir ao setor do Bolsa Família no município e solicitar a Declaração Especial de Pagamento. O documento apresentado em substituição ao cartão tem validade de 60 dias.

Calendário

Pela regra, Bolsa Família é pago nos últimos dez dias úteis de cada mês e segue o último algarismo do NIS. As famílias com cartões terminados em ‘1’ recebem no primeiro dia do calendário de pagamento, as com cartões de final ‘2’ no segundo dia e assim por diante.