Ex-prefeito na Paraíba é morto pelo pai após ser confundido com ladrão

Filho tentou entrar na casa do pai para conter princípio de incêndio, mas acabou morto com um tiro no peito

São Paulo – Alyson Azevedo, ex-prefeito da cidade de Baraúna, na Paraíba, foi morto pelo próprio pai na noite de ontem (12).  Adilson Azevedo, que também foi ex-prefeito da cidade, atirou no próprio filho ao confundi-lo com um assaltante tentando arrombar a porta de sua casa.

Segundo jornais locais, a confusão começou quando vizinhos avistaram uma fumaça saindo da casa de Adilson, que não respondia aos chamados. Preocupados, chamaram o filho Alyson, de 37 anos. Ele correu até a casa do pai e, sem conseguir falar com ele, tentou arrombar a porta.

Nesse momento, o pai acordou e, pensando se tratar de um assaltante, atirou contra a porta. O tiro atingiu o peito de Alyson, que morreu logo depois de dar entrada no Hospital de Picuí.

A fumaça vinha de uma panela que estava no fogo e, esquecida, gerara um princípio de incêndio.

Alyson Azevedo (MDB) se elegeu prefeito de Baraúna em 2008. Pelo então PMDB, seu pai Adilson tinha sido eleito prefeito em 2000.