Ex-dirigente da Eletronorte preso hoje foi indicado por PMDB

O ex-dirigente preso é Winter Andrade Coelho, além do irmão dele, Carlos Eduardo Andrade Macedo

Brasília – O ex-dirigente da Eletronorte preso nesta quarta-feira, 15, pela Operação Choque da Polícia Federal é Winter Andrade Coelho, além do irmão dele, Carlos Eduardo Andrade Macedo.

Funcionário de carreira da Eletronorte, Winter ocupou cargos de confiança na empresa por indicação do senador Valdir Raupp (PMDB-RO). As prisões são temporárias, de cinco dias, com prorrogação de mais cinco.

Em 2005, o senador indicou Winter Coelho para a Diretoria de Gestão Corporativa da Eletronorte, mas a indicação esbarrou em Dilma Rousseff.

A então ministra de Minas e Energia vetou o nome dele por causa dos processos que Winter respondia na Justiça e no Tribunal de Contas da União (TCU).

De acordo com as investigações, o ex-dirigente usava empresas fantasmas de familiares para receber suborno de fornecedores contratados pela Eletronorte.

Na ação, desencadeada em quatro cidades, entre elas Brasília, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão, além das duas prisões temporárias.

A PF apura a prática dos crimes de corrupção passiva e ativa, formação de quadrilha, fraudes em licitação e lavagem de dinheiro.