Ex-cadeia de Sérgio Cabral tem até “motel” para presos; veja

Presídio também é investigado por outras irregularidades, como a construção de uma "sala de cinema" para detentos

São Paulo – O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) encontrou quatro suítes especialmente decoradas para as visitas íntimas dos detentos da Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte do Rio de Janeiro (RJ).

Até dezembro passado, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral era um dos presos do complexo, mas ele foi transferido para o Complexo Médico Penal de Pinhais, no Paraná, após investigação sobre irregularidades na instalação na unidade de uma “sala de cinema”, com TV, home theater e Blu-Ray.

A Promotoria ainda não tem informações sobre quando as suítes foram construídas na unidade.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária, não há irregularidade na instalação dos ambientes, mas a quantidade de cômodos e o fato de os ambientes diferirem das outras celas do presídio coloca o caso sob suspeita, de acordo com informações do Jornal Nacional colhidas em entrevista.

As fotos divulgadas pelo MP mostram que os quartos tinham espelhos, luzes vermelhas, televisões, banheiros, pisos de porcelanato e, em pelo menos um caso, uma parede pintada com um desenho no formato de um coração.

 

 

Segundo o MPRJ, o caso será investigado. Há a suspeita de que o local era usada também por funcionários da unidade prisional. O MP também apura se garotas de programa eram contratadas para frequentar os espaços.

De acordo com informações do G1, a cadeia ficará sob intervenção da Corregedoria até o final das investigações.