Ex-jogador Viola é detido por porte ilegal de arma

A Polícia Militar de São Paulo deteve Viola depois de uma discussão entre o ex-atleta e sua esposa

São Paulo, 6 out (EFE).- O ex-atacante da seleção brasileira Viola foi detido na noite desta sexta-feira em sua casa no município paulista de Santana de Parnaíba, por posse de arma de fogo e desacato à autoridade.

A Polícia Militar de São Paulo deteve Viola depois de uma discussão entre o ex-atleta e sua esposa. Ela estaria tentando deixar a casa na presença de um oficial de justiça, segundo relato do delegado Ronald Luís Nascimento à imprensa.

Viola tentou impedir que sua mulher levasse o filho do casal, de cinco anos, contrariando ordem judicial, então ela denunciou que ele possui armas ilegais. Na casa foram encontradas uma pistola, munição e um silenciador. Em 2006, o ex-atacante havia sido preso pelo mesmo motivo.

Com passagem por Corinthians, Palmeiras, Santos e Vasco, Viola tem atualmente 43 anos. O jogador integrou a seleção brasileira na conquista da Copa do Mundo de 1994, como reserva do ataque. EFE