“Estão destruindo a democracia em nosso país”, diz Lula

Para o ex-presidente, as investigações sobre corrupção encaminhadas nos últimos anos converteram o Brasil em um "Estado quase de exceção"

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira que o juiz Sérgio Moro o condenou a quase 10 anos de prisão sem provas, e denunciou uma “caçada” judicial que está “destruindo a democracia”.

Lula afirmou ainda, em coletiva de imprensa em São Paulo, que as investigações sobre a corrupção que há mais de três anos golpeiam a elite política e empresarial do país converteu o Brasil em um “Estado quase de exceção, no qual os direitos democráticos estão sendo jogados no lixo”.