Estácio decide adiar aulas por conta do Fies

A Estácio informou que decidiu atrasar o início das aulas devido indefinições envolvendo o Fundo de Financiamento Estudantil

São Paulo – A Estácio informou que decidiu atrasar o início das aulas dos calouros em razão das indefinições envolvendo o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

As inscrições de estudantes no programa de financiamento do governo federal têm sido limitadas, conforme noticiou o Broadcast, serviço da Agência Estado de notícias em tempo real.

Na Estácio, as aulas dos novos alunos, que deveriam começar no dia 4, terão início no dia 11 deste mês. A companhia afirma que muitos estudantes solicitaram o adiamento em função das dificuldades no trâmite de inscrição no Fies.

Alunos e instituições têm relatado problemas para inscrição no sistema do Fies. O Ministério da Educação informou às instituições de ensino que há problemas tecnológicos em razão do alto número de acessos.

Ao mesmo tempo, também informou em nota à imprensa que a concessão do Fies está levando em conta a nota do curso no Conceito Preliminar de Curso (CPC) e que os cursos de nota 5, a maior, estão sendo plenamente atendidos. A maior parte dos cursos com alunos no Fies, porém, tem notas 3 e 4.

O Broadcast questionou ainda outras companhias de ensino de capital aberto sobre o andamento das aulas.

A Kroton informou que as aulas começaram ontem normalmente. A Anima respondeu que também já iniciou as aulas em fevereiro.