Encontrado corpo de 4ª vítima de acidente de helicóptero

Aeronave estava a 99 metros de profundidade, no litoral de Macaé, Rio de Janeiro

São Paulo – A Petrobras informa que, na madrugada de hoje, foi localizado o corpo da quarta vítima do acidente que envolveu o helicóptero da empresa Senior Táxi Aéreo no fim da tarde de sexta-feira. A aeronave, que prestava serviços à estatal, foi localizada ontem a 99 metros de profundidade, próximo ao local onde desaparecera, a cem quilômetros do litoral de Macaé, no norte Fluminense.

De acordo com a empresa, prossegue o resgate dos corpos neste momento, com mergulhadores especializados. “Apesar da condição meteorológica desfavorável, todos os recursos utilizados durante as buscas permanecem mobilizados para que o resgate ocorra o mais rapidamente possível. A identificação das vítimas será realizada em terra”, informa a companhia.

As buscas, executadas em conjunto pela Força Aérea Brasileira (FAB), Marinha do Brasil e Petrobras, mobilizaram dois helicópteros, um avião e um navio-patrulha das Forças Armadas, além de 26 embarcações, sendo 11 equipadas com robôs submarinos, 6 helicópteros e diversos especialistas em engenharia submarina e oceânica da estatal.

Segundo a Petrobras, as empresas Senior Táxi Aéreo, Engevix e Brasitest estão prestando toda a assistência às famílias, com o suporte da estatal.

O helicóptero transportava Ricardo Leal de Oliveira, de Rio das Ostras (RJ), auxiliar técnico de planejamento da empresa Engevix, e João Carlos Pereira da Silva, de Campos dos Goytacazes (RJ), técnico de inspeção da empresa Brasitest. Os outros ocupantes eram o piloto Rommel Oliveira Garcia, do Rio de Janeiro, e o copiloto Lauro Pinto Haytzann da Sênior Táxi Aéreo, de São Paulo.