Empatados, Alckmin e Bolsonaro perderiam para Lula no 2º turno

Considerando a intenção de voto estimulada, Lula aparece com 29,9%, Bolsonaro tem 21,7% e Alckmin 8%, segundo pesquisa do DataPoder360

São Paulo – Nova sondagem do DataPoder360 mostra que se as eleições presidenciais fossem hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seria o vencedor no 1º e no 2º turno.

De acordo com a pesquisa, que ouviu 2.210 brasileiros entre os dias 8 e 11 de dezembro, no cenário de segundo turno, o desempenho do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e do deputado Jair Bolsonaro (PSC) aparece quase idêntico.

Na simulação, o tucano perderia para Lula por 41% a 28%, enquanto o deputado seria derrotado pelo petista por 41% a 30%.

Considerando a intenção de voto estimulada, Lula aparece com 29,9%, Bolsonaro tem 21,7% e a ex-senadora Marina Silva, 10%. Alckmin tem 8% das intenções de voto e Ciro Gomes (PDT), 6%.  A margem de erro é de 2,6 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Vale ressaltar que o ex-presidente Lula enfrenta julgamento em 2ª instância em janeiro e pode ficar de fora da disputa eleitoral. Considerando essa possibilidade, o DataPoder360 testou um cenário sem o petista. 

Sem Lula, Bolsonaro aparece como líder absoluto com 23% das intenções de voto. Ciro Gomes e Marina Silva pontuam 10% e Alckmin tem 7%.

VEJA O DESEMPENHO DOS CANDIDATOS

Veja também
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Está na hora de endireitar o nosso país, mas uma direita liberal democrática dessa vez. Chega de mentiras, manipulações da mídia, corrupção e criminalidade com PT, PMDB, PP, PSDB e companhia. Não acredito em salvador da pátria, mas Bolsonaro é o que melhor representa a mudança que necessitamos neste momento. Que ele tenha sabedoria para montar uma boa equipe (Paulo Guedes é ótimo!). Além de Bolsonaro, precisamos renovar nosso congresso. Vamos votar direito!

  2. Sem contar que a manchete induz à falsa interpretação de que O chuchu estaria empatado com Bolsonaro no primeiro turno em vez do 22 a 8.

  3. 2018.voto
    entrem aqui se vcs não querem ser enganados por mídias de esquerda , por favor parem que ta feio já!!!!

  4. O povo brasileiro tem que acordar! agora mais do que nunca! o PT vai quebrar o país novamente se subir no poder! eu imploro companheiros eleitores, você tem que acordar e votar no melhor para o país! Alckmin 2018!

  5. Opinião Brasil

    Gostaria de entender qual a realidade destas pesquisas.
    Nao é possivel um candidato ja mais que comprovado como corrupto, ainda ter 30% de intençao de votos.
    Nao seria por estar digamos sendo acobertado por uma midea tambem corrupta que prefere engordar os bolsos à um jornalismo mais realista dos acontecimentos?
    Nao acredito que os desinformados brasileiros sejam tao insanos.
    Onde esta o engano?

  6. Leticia Carvalho

    Para né revista ridícula, ta feio, essas pesquisas não enganam ninguém mais.
    Melhor JairAcostumando Bolsonaro 2018!

  7. Patrick Zanqueta Pacheco

    Bolsonaro empatado com Alkmin ?
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk (risos eternos)

  8. josé martins

    Deveriam ter vergonha fica fazendo propaganda pró Santo da Odebrecht Alkmin um dos maiores ladrões do Brasil junto Aécio e lula essa mídia podre protegendo bandidos ninguém merece

  9. augusto bolsonaro

    tudo mentira pesquisa comrada bolsonaro 2018 .93 % querem luladrao na cadeia o brasil acordou.BOLSONARO 20188888888888

  10. “ME ENGANA QUE EU GOSTO” Vocês deveriam se envergonhar de estar propagando falsas pesquisas. É melhor “JÁ IR” se acostumando. #BOLSONARO2018!!!

  11. Carlos Pereira

    GENERAL MOURÃO ESTÁ ESPERANDO O QUE ?
    finanças da Força, afirmou, em palestra promovida pela maçonaria em Brasília na última sexta-feira (15), que seus “companheiros do Alto Comando do Exército” entendem que uma “intervenção militar” poderá ser adotada se o Judiciário “não solucionar o problema político”, em referência à corrupção de políticos.
    Mourão disse que poderá chegar um momento em que os militares terão que “impor isso” [ação militar] e que essa “imposição não será fácil”. Segundo ele, seus “companheiros” do Alto Comando do Exército avaliam que ainda não é o momento para a ação, mas ela poderá ocorrer após “aproximações sucessivas”.