Em Londres, Brasil divulga imagem e busca negócios para Copa

Neste ano, o stand de exposição do país no evento é maior do que nas suas edições anteriores

Londres – De olho na Copa do Mundo de 2014, o Brasil está participando da Feira Mundial de Turismo (World Travel Market), em Londres, visando fechar novos contratos e divulgar ainda mais a imagem do país no exterior.

Neste ano, o stand de exposição do país no evento é maior do que nas suas edições anteriores. Uma grande bola de futebol foi colocada na entrada da área brasileira na Feira.

“Nós temos a mesma informação turística de sempre, por isso, quando vem alguém interessado em aspectos relativos ao Mundial, o dirigimos à área de operadores turísticos”, explicou à Agência Efe, Elisabeth Cordeiro, uma das encarregadas de promover a cidade de Rio de Janeiro.

Elisabeth reconhece que muitas das informações solicitadas neste ano não se referem apenas a pontos tradicionalmente atrativos, como a praia de Copacabana, mas também dizem respeito à preparação da cidade para a Copa e, depois, para os Jogos Olímpicos de 2016.

“Há muitas áreas renovadas, novos hotéis, novas vias de acesso, mas tudo isso está em processo. Quanto às competições forem começar, teremos que estar preparados para mostrar todas as novidades”, explicou.

No fundo do stand brasileiro, mais de 20 profissionais do setor busca promover suas empresas visando os eventos esportivos. É o caso de Robson Maciel, responsável de operações internacionais da Vialandauto, especializada em transportes de pessoas, com sede em São Paulo. Atuando em toda a América Latina, é a primeira vez que a empresa está na Feira.


O representante afirmou que o evento serve para divulgar o empreendimento mais do que para fechar contratos, embora reconheça que, um ano e meio antes da Copa, já conta com cinco grandes grupos confirmados. Segundo Robson, a principal dúvida com relação ao Mundial do Brasil, diz respeito à segurança.

“Nunca tivemos um problema de segurança no transporte, mas para aqueles preocupados também oferecemos deslocamentos em veículos blindados como o que utilizava o ex-presidente Lula”, disse.

Os operadores hoteleiros também devem solicitar informações sobre as reservas de quartos durante a Copa do Mundo, explicou Justyna Dziegiel, responsável na feira da empresa “Brazilian Incentive & Tourism”. “Não podemos realizar reservas porque todas as vagas hoteleiras são da Fifa. Enquanto não liberarem lugares, não poderemos oferecer nenhum pacote aos viajantes. Estamos recomendando que esperem pelo menos cinco meses”, afirmou.

A Copa do Mundo vai começar no dia 12 de junho de 2014, em São Paulo, e a final acontecerá no dia 13 de julho, no Rio de Janeiro.