Em discurso, Temer pede que desempregado não perca a esperança

Na sexta-feira, IBGE informou que país encerrou primeiro trimestre com uma taxa de desemprego de 13,1 por cento, a mais alta desde maio de 2017

O presidente Michel Temer pediu, em um pronunciamento sobre o Dia do Trabalho, que os desempregados não percam a esperança, porque as oportunidades de recolocação no mercado estão aumentando.

“Você trabalhador que procura trabalho, não perca a esperança. O Brasil está crescendo, e, a cada dia, estamos criando mais postos e mais oportunidades”, disse Temer em um pronunciamento de pouco mais de 4 minutos, divulgado nas redes sociais nesta segunda-feira.

A demora na melhora do mercado de trabalho tem sido apontada como um dos fatores que ajudam na baixíssima popularidade do governo Temer.

Na sexta-feira, o IBGE informou que o país encerrou o primeiro trimestre com uma taxa de desemprego de 13,1 por cento, a mais alta desde maio do ano passado. Segundo os dados divulgados, o contingente de desempregados era de 13,689 milhões de trabalhadores.

Sem mencionar o percentual, o presidente anunciou no pronunciamento que autorizou um reajuste nos benefícios do Bolsa Família. Segundo uma fonte do governo disse à Reuters, o aumento será de 5,67 por cento.

Temer também disse que renovou o programa Luz para Todos. E voltou a reclamar dos críticos de seu governo.

“Enquanto alguns passam o dia criticando, a gente passa o dia trabalhando”, afirmou.