Em chapa com PT, Freixo será candidato à prefeitura do Rio de Janeiro

Deputado Federal pelo PSOL confirmou que terá apoio de partidos de esquerda para disputar mais uma vez o cargo contra Crivella

São Paulo — O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) confirmou que já está certa a sua pré-candidatura para concorrer ao cargo de prefeito do Rio de Janeiro, em oposição a Marcelo Crivella (PRB-RJ), nas eleições de 2020.

Seu nome já conta com o apoio do Partido dos Trabalhadores, e consequentemente do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e também do Partido Verde. A informação foi antecipada pelo deputado à Carta Capital e confirmada a EXAME.

A expectativa de Freixo é ampliar a frente de apoio para viabilizar sua candidatura. Ainda não há definição para quem sairá como vice-prefeito. “Precisamos construir uma frente ampla para derrotar o fascismo”, escreveu o parlamentar em seu perfil oficial do Facebook.

Em 2016, Freixo e Crivella já disputaram o cargo. Naquele ano, o hoje deputado federal recebeu mais de 40% dos votos no segundo turno das eleições. O desempenho, no entanto, não foi suficiente para derrotar o atual prefeito carioca, que ganhou com 59% dos votos.

Apoio de Lula

No primeiro discurso na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, que aconteceu sábado (09), Lula elogiou o trabalho de Freixo e defendeu que o deputado federal “vai acompanhá-lo em uma caravana pelo Brasil”.

“É preciso companheiros, que a gente tome uma decisão. Eu estou disposto a voltar a andar por esse país junto com [Fernando] Haddad, [Marcelo] Freixo, Benedita [da Silva], Gleisi [Hoffmann] e líderes sindicais”, defendeu Lula.

“Não é possível que a gente viva nesse país vendo cada dia mais os ricos ficarem mais ricos e os pobres ficarem mais pobres”, completou.