Em Brasília, manifestantes caminham até o MEC contra bloqueios na Educação

No início do protesto, que começou no fim desta manhã, duas pessoas foram presas pela polícia por estarem mascaradas.

Brasília — Um grupo de manifestantes segue no início da tarde desta quinta-feira (30) em passeata até o prédio do Ministério da Educação, na Esplanada, em Brasília.

Segundo a Polícia Militar, cerca de 1.500 pessoas fazem parte do movimento, que protesta contra os bloqueios orçamentários na área da Educação feitos pelo governo do presidente da República, Jair Bolsonaro.

No início do protesto, que começou por volta das 10 horas no Museu Nacional, área central da capital, duas pessoas foram presas pela polícia por estarem mascaradas.

O grupo é formado por estudantes, professores e profissionais ligados a sindicatos de trabalhadores.

 

Segurança

A Força Nacional está atuando na segurança do MEC em “ações de preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio”.

A portaria que autoriza a atuação da Força Nacional no prédio do MEC em Brasília está publicada no Diário Oficial da União (DOU). Assinada pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, a portaria cita que o trabalho dos agentes se dará por dois dias (quarta e quinta-feira).