Em 10 anos, câncer matou mais de 1,5 milhão de brasileiros

O número de falecimentos por câncer no Brasil cresceu em mais de 30% em uma década. O câncer de traqueia, brônquios e pulmões foi o que mais matou em 2013.

São Paulo – A morte da atriz e apresentadora, Betty Lago, vítima de um câncer na vesícula diagnosticado há três anos, traz à tona um grave problema de saúde pública do Brasil.

Só em 2013, o número de óbitos por esse tipo de câncer atingiu mais de 1,1 mil pessoas no país –  25% a mais do que o registrado há uma década.  O total, em dez anos, supera a marca de 1,5 milhão de brasileiros.

Apesar das inúmeras descobertas e novos estudos para o tratamento da doença, o número de vítimas de câncer não para de aumentar no Brasil e no mundo.  

Em 2013, 162 mil pessoas faleceram devido a tumores malignos  – 32% a mais desde 2003. Em matéria de anos de vida perdidos, esses brasileiros poderiam ter vivido 12 anos a mais se não tivessem sido acometidos pela doença. 

 
*Fonte: Inca

No mundo, só em 2012, o câncer ceifou a vida de 8,2 milhões de pessoas, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

E as previsãoes para o futuro não são otimistas. De acordo com estimativas da Agência Internacional para Pesquisa sobre Câncer (Iarc), nos próximos 15 anos, serão registradas mais de 13 milhões de mortes anualmente.

Mais diagnósticos

Em 2015, só no Brasil, mais de meio milhão de pessoas serão diagnosticada com a doença, segundo projeção do  Instituto Nacional do Câncer (Inca).

O câncer de pele do tipo não melanoma é mais incidente este ano – cerca de 25% de todos os tumores malignos registrados no país são desse tipo. Depois vem o câncer de próstata e de mama.  

Nota-se que para os homens, o câncer de próstata é o mais comum – correspondente a quase 23% dos 302,3 mil casos estimados. Para as mulheres, o tumor na mama lídera a incidência com mais de 57 mil casos, 20,8% do total.

Os 10 tipos de câncer que mais mataram em 2013 % do total
Câncer da traqueia, brônquios e pulmões 12,9
Câncer do colo, reto e anus 8
Câncer da mama 7,5
Câncer do estômago 7,5
Câncer da próstata 7,3
Câncer do fígado e vias biliares intra-hepáticas 4,6
Câncer do pâncreas 4,6
Câncer de meninges, encéfalo e outras partes do SNC 4,2
Câncer do esôfago 4,2
Câncer do lábio, cavidade oral e faringe 3,6

Em 2013, foram 196,9 mil vítimas de câncer, segundo dados do Ministério da Saúde

Apesar da expansão contínua dos casos de câncer no Brasil, o Ministério afirma que a quantidade de cirurgias oncológicas aumentou quase 16% de 2010 para 2014 – um salto de 39,7 mil procedimentos realizados em quatro anos.

Além disso, o número de pacientes tratados com quimioterapia subiu em 29% no mesmo período.