“Eles não vão nos assustar”, diz Lula após tiros contra caravana

Tiros foram disparados enquanto a caravana percorria o trecho entre cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, ambas no Paraná.

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou na noite desta terça-feira, 27, em sua conta no Twitter, que dois ônibus da sua caravana que percorre a região Sul do Brasil foram alvejados por pelo menos três tiros. Ninguém foi ferido.

Os tiros foram disparados enquanto a caravana percorria o trecho entre cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, ambas no Paraná. O ex-presidente também publicou duas fotos com os ônibus alvejados. “Se eles acham que fazendo isso vão nos assustar, estão enganados. Vai nos motivar. Não podemos permitir que depois do nazismo esses grupos fascistas possam fazer o quiser”, escreveu Lula.

“Esperamos que quem está no governo estadual e federal, seja golpista ou não, assuma a responsabilidade. Atacaram o ônibus que estava a imprensa”, disse também. “Se querem brigar, briguem comigo nas urnas. Mas vamos respeitar a democracia, a convivência na diversidade”, afirmou. “O que eu estou vendo agora é quase o surgimento do nazismo. O que estamos vendo agora não é política, porque se quisessem derrotar o PT, iriam para as urnas.”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Tawan Nicolas

    UIUI “O que eu estou vendo agora é quase o surgimento do nazismo”
    Disse o Socialista Antissemita e Corporativista que admira Hitler

  2. Adriana Donata

    Hahahaha

  3. sinesio gimene

    quem atirou foi o proprios bandidos do pt, eles querem ser vitimados , pena que nao fez nada