Doria testa calçadas em cadeira de rodas e diz “tem que melhorar”

Prefeito já se vestiu de gari e também atuou como pedreiro no Mutirão Mário Covas, voltado para a recuperação de calçadas

Em mais uma agenda nas ruas da cidade de São Paulo, o prefeito João Doria (PSDB) andou de cadeira de rodas nas calçadas do Jardim Japão, na Zona Norte da capital, na manhã do último domingo (22).

“É fundamental a acessibilidade. 10% da população brasileira tem alguma deficiência. Meu pai por oito anos viveu numa cadeira de rodas e isso impacta na vida das pessoas”, afirmou o prefeito.

A iniciativa faz parte do projeto Calçada Nova, inspirado em programa semelhante na gestão de Mario Covas, prefeito de São Paulo na década de 1980. O projeto incentiva moradores a ajudar nas ações de revitalização.

Doria disse ainda que “as calçadas de São Paulo têm que melhorar” e que o projeto será feito “da periferia para o centro”. “Tomo mundo ajudando um pouco a cidade vai ficar melhor”, disse.

O prefeito estava acompanhado de Bruno Covas, secretário de Prefeituras Regionais e neto de Mario Covas.

Neste sábado (21), o prefeito limpou e pintou um ponto de ônibus na Avenida Santo Amaro, na Zona Sul, vestido de uniforme cinza, o mesmo usado pelos funcionários da SPObras, em uma ação do projeto Cidade Linda.

Doria já se vestiu de gari e também atuou como pedreiro no Mutirão Mário Covas, voltado para a recuperação de calçadas, no Itaim Paulista, zona leste da cidade.

Este conteúdo foi originalmente publicado no portal HuffPost Brasil.