Doria assina acordo de cooperação com prefeito de Buenos Aires

O objetivo do acordo de cooperação comercial é incrementar o intercâmbio comercial entre as cidades, que atualmente movimenta US$ 583 milhões por ano

São Paulo – Os prefeitos de São Paulo, João Doria, e de Buenos Aires, Horacio Larreta, assinaram nesta sexta-feira um acordo de colaboração para intensificar as relações comerciais e fomentar o turismo entre ambas as cidades.

“Apresentamos à comitiva de Buenos Aires um forte programa de privatizações, concessões, enfim, política de desestatização da cidade”, comentou Doria em coletiva de imprensa conjunta com Larreta e outros membros de seu gabinete.

O objetivo do acordo é incrementar o intercâmbio comercial entre as duas cidades, que atualmente movimenta cerca de US$ 583 milhões por ano, segundo apontou em comunicado a Prefeitura de São Paulo.

Larreta destacou que as duas cidades compartilham “desafios similares”, sobretudo no âmbito da mobilidade, e ressaltou a importância das “indústrias criativas, do talento”, onde também há “muito espaço para colaborar e fortalecer” as relações.

“É muito importante este intercâmbio. Levo sempre ideias muito concretas, da vida cotidiana das pessoas. O nosso papel como prefeitos é nos ocuparmos disso, do dia a dia”, acrescentou o prefeito da cidade de Buenos Aires.

A capital paulista identificou em um relatório a possibilidade de abrir mercado no setor alimentício, especialmente de frutas; consolidar áreas como a aeronáutica; e recuperar cota a respeito de outros 160 produtos, com destaque para máquinas, equipamentos industriais e motores, cosméticos e produtos químicos.

“Na área de exportação de serviços, o objetivo é aumentar em setores como o de produtos audiovisuais, entretenimento e produções artísticas, tecnologia de informação e produção de conteúdo”, acrescentou o documento.

Quanto ao setor turístico, Doria lembrou que “São Paulo é o maior emissor de turismo da América Latina” e enfatizou as possibilidades que existem de fomentar o setor com Buenos Aires sobretudo no aspecto cultural. Em setembro, será o prefeita de São Paulo quem viajará até Buenos Aires para conhecer a capital argentina.

Antes da assinatura do acordo, mais de 150 empresários brasileiros e argentinos se reuniram em um fórum, organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), entre outras instituições, para explorar possíveis oportunidades de negócio e investimentos.