“Discurso de Temer foi bom, presidente tem que falar”, diz Jucá

O peemedebista minimizou os ataques do presidente ao procurador Rodrigo Janot, denominando o ato como "reciprocidade diplomática"

Brasília – O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), evitou comentar a denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer.

O senador afirmou que irá aguardar “os próximos capítulos”.

“Essa é uma situação seriada, que todos os dias têm capítulos novos. Então vou deixar para comentar apenas no fim da temporada”, desconversou.

O peemedebista avaliou que o discurso do presidente, proferido na tarde desta terça-feira, 27, foi bom. Ele também minimizou os ataques ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

“Se Janot está atacando o presidente, ele tem que falar. Isso se chama reciprocidade diplomática”, disse Jucá.

Durante o discurso, Temer levantou a suspeita de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se beneficiou financeiramente da remuneração do ex-procurador da Operação Lava Jato Marcelo Miller, mas negou, no entanto, que estivesse fazendo uma ilação.