Dilma não mostra programa de governo por divergências no PT

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Dilma não vai mais apresentar um programa de governo detalhado para não entrar em conflito com alas do PT

São Paulo – No final da semana passada, a presidente Dilma Rousseff afirmou que não iria apresentar seu programa de governo para um segundo mandato porque já estava mostrando suas propostas nos programas eleitorais na televisão e na internet.

No entanto, segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, a motivação seria= a falta de consenso com alas do PT sobre alguns temas, como a Lei da Anistia, o fim do fator previdenciário e a redução da jornada de trabalho.

Coordenadores da campanha de Dilma elaboraram propostas sobre estes temas e enviaram a assessores da presidente, que percebendo as divergências determinou a suspensão da apresentação do programa.  

Partido e o governo têm posições diferentes sobre estas questões. No caso da redução da jornada de trabalho, por exemplo, o partido quer avançar na discussão da redução das horas trabalhadas, mas Dilma tem evitado que o Congresso vote a proposta.

A falta de um programa de governo mais detalhado tem sido alvo das críticas de Marina Silva, que aprensentou um documento com mais de 200 páginas falando de suas propostas. No entanto, a própria experiência de Marina – que teve que voltar atrás em alguns pontos – deixou a campanha de Dilma mais cautelosa.