Dilma pode trocar até 10 ministros no início de 2012

Segundo a Folha de S.Paulo, já está pronto o esboço da reforma ministerial que a presidente Dilma Rousseff planeja fazer no início do ano

São Paulo — A presidente Dilma Rousseff deve trocar no máximo dez ministros na reforma que pretende fazer no início de 2012, diz Josias de Souza, da Folha de S.Paulo

Se o ministro do trabalho Carlos Lupi não for abatido antes pelas denúncias de corrupção, ele deve ser um dos substituídos. Também saem Ana de Hollanda, da Cultura, e Afonso Florence, do Desenvolvimento Agrário, que têm tido desempenho fraco na avaliação da presidente.

Fernando Haddad deve deixar o Ministério da Educação para concorrer à Prefeitura de São Paulo. Segundo a Folha, outros dois ministérios que deverão ter seus titulares trocados são Cidades e Integração Nacional.  

Já o Ministério da Pesca pode ser incorporado ao da Agricultura; e, o de Portos, ao dos Transportes. Em compensação, seria criado o novo ministério das Micro e Pequenas Empresas. Um projeto para isso já foi enviado ao Congresso.